O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, postou em seu Twitter que conversou neste domingo com representantes da Casa Branca e recebeu a notícia de que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, determinou a doação de 1.000 respiradores ao Brasil, dentro da estratégia de cooperação dos dois países para combater o coronavírus.

O anúncio de Araújo ocorre no mesmo dia em que os Estados Unidos declaram que estão se preparando para anunciar uma proibição da entrada de viajantes que chegam do Brasil. “Acredito que hoje teremos uma nova decisão em relação ao Brasil, como fizemos com o Reino Unido, Europa e China, e esperamos que seja temporária”, disse Robert O’Brien, consultor de segurança nacional dos Estados Unidos, em entrevista à CBS.

“Devido à situação no Brasil, vamos tomar todas as medidas necessárias para proteger o povo americano”, acrescentou. Os Estados Unidos interromperam as viagens a partir da China, Europa e Grã-Bretanha à medida que o vírus se espalhava nessas áreas.