O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou a pelo menos 17 prefeituras paraibanas a proibição de fogueiras e fogos de artifício durante as festas juninas deste ano.

O motivo é o avanço dos casos do novo coronavírus No Estado.

A ideia, com isso, é evitar que as doenças respiratórias, comuns nesta época, sejam minimizadas.

De acordo com o MPPB, devem ser proibidos fogos de artifício, sobretudo explosivos pirotécnicos.

A proibição desejada pelo órgão deve valer para todos os espaços públicos e privados das zonas urbana e rural dos municípios, enquanto durar a situação de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19.

Foram expedidas recomendações, até agora, para as cidades de:

Alagoa Grande,

Juarez Távora,

Alagoinha,

Mulungu,

Lucena,

Pitimbu,

Taperoá,

Princesa Isabel,

Bananeiras,

Campina Grande,

Belém,

Borborema,

Caiçara,

Dona Inês,

Logradouro,

Serraria.

Do – Resumo PB