A cidade de Tavares-PB amanheceu esta quinta-feira (21) com uma notícia que mexeu no tabuleiro político do município. O médico Messias Mendes, nome mais cotado na oposição para enfrentar o grupo político do atual prefeito Dr. Ailton Suassuna, desistiu de concorrer ao pleito e apontou questões de ordem pessoal e profissional (Leia a íntegra da carta aberta no final da matéria).

A ex-presidente da Câmara Municipal de Tavares, vereadora Socorinha, se manifestou sobre a desistência do Messias, disse que respeita as razões expressadas, falou sobre a unidade da oposição e assegurou que o projeto 2020 do grupo continua firme. “A gente queria o nome de Dr. Messias figurando na cabeça da chapa majoritária, mas é preciso respeitar a decisão de ordem pessoal. A oposição em Tavares é forte, tem propostas, tem o propósito de fazer esta cidade avançar, temos um grupo político coeso, capaz e a gente vai decidir com brevidade o nome a ser apresentado à sociedade.” – disse.

CARTA AOS AMIGOS E SIMPATIZANTES DE MINHA PRÉ-CANDIDATURA A PREFEITO DE TAVARES 

Quando anunciei minha pré-candidatura à prefeitura de Tavares sonhei  contribuir com uma gestão de governo com participação popular, através das associações de classes, associações comunitárias, sindicatos e afins, ouvindo as necessidades de cada comunidade. 

No entanto, por questões de ordem familiar e ainda por estarmos vivenciando um ano atípico – com a pandemia que ora assola  o nosso país – como médico fui chamado para estar na linha de frente no combate ao COVID-19. Não poderia me furtar de tamanha responsabilidade, tendo sempre em mente o juramento que fiz quando escolhi atuar na medicina.

Tais circunstâncias me fizeram refletir nos últimos dias… Qual projeto seguir em frente? Pois neste momento torna-se impossível conciliar os interesses de ordem familiar, somado ao exercício da medicina numa hora crucial para o meu país, no atendimento à saúde da população, com a pretensão de concorrer ao cargo de prefeito de Tavares que demanda muito tempo, atenção e entrega contínua.

                Não está sendo fácil tomar esta decisão, pois interfere diretamente na vida de muitas famílias, amigos que sonharam junto conosco fazer algo novo, buscando uma modalidade diferente de governar.

            Refleti, e estou convicto de que nesse momento preciso estar ao lado de minha família e contribuindo como médico no meu Consultório e nos hospitais onde eu for requisitado a atender aqueles que precisarem dos meus cuidados  médicos. Como profissional que sou, reitero que mesmo sem participar diretamente do processo eleitoral, desta forma, também estarei contribuindo com a sociedade ao lado dos mais necessitados, daqueles carentes de mais saúde, e atenção por aconselhamento familiar.

            Obrigado a todos que me incentivaram e que agora me apoiam nesta minha decisão tão difícil de ser tomada, que é anunciar a minha desistência para concorrer ao cargo de prefeito de Tavares nesse pleito de 2020.

            Um forte abraço a todos.

Atenciosamente,

Messias de Jesus Mendes

Médico


Foto: Rede Social
Redação