A PF (Polícia Federal) cumpre, nesta quarta-feira (27), 29 mandados de busca e apreensão em uma operação contra a disseminação e financiamento de fake news, sobretudo contra ministros do (Supremo Tribunal Federal).

Um dos alvos é o presidente do PTB, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, que teve um endereço vasculhado pelos agentes federais — um sítio no Rio de Janeiro. 

Além de Jefferson, outros alvos são o dono da Havan, o empresário Luciano Hang, o deputado estadual de São Paulo Douglas Garcia, a ativista Sara Winter, o blogueiro Allan dos Santos e o humorista Rey Biannchi.

As autoridades cumprem os mandados judiciais em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

O inquérito do STF investiga notícias falsas que ameaçam a integridade dos ministros da Suprema Corte e de seus familiares.